Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
Rastrear minha compra

Música Brasileira

Filtrar
Camisetas de Música Brasileira - Clique aqui e conheça a história por trás das nossas estampas!

Apaixonados por Música Brasileira, desenvolvemos essa coleção que homenageia diversos estilos que surgiram no nosso país. A música não tem sua importância definida apenas pela sua beleza, seu objetivo principal é sempre passar uma mensagem, contar uma história. Nossa música nos fala muito de épocas super importantes que o Brasil passou e é incrível poder observar o surgimento, as fases e como cada estilo está hoje. A diversidade está presente no sangue do povo brasileiro e na música não seria diferente.

Falamos um pouco do Samba raiz e suas rodas, além de citar nomes super importantes pro gênero como Donga, Adoniran Barbosa, Noel Rosa, Beth Carvalho, Jorge Aragão, Alcione e Maria Rita. Cada um deles teve uma grande contribuição para criação e propagação do estilo e a pedido da "Marrom", precisamos cuidar para que o Samba seja passado de geração em geração.

Chorinho também está presente com seus improvisos e sua mistura instrumental meio Samba, meio Bossa Nova. Surgiu nos subúrbios cariocas há mais de um século com Joaquim Calado e fez história através de grandes nomes, sendo alguns deles Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Jackson do Pandeiro e Pixinguinha.

Bossa Nova também não podia faltar, como falar de música Brasileira sem citar "Garota de Ipanema"? Ou como falar de grandes nomes sem falar de Tom Jobim e Vinicius de Moraes? Sabemos que é impossível. E ainda precisamos mencionar João Gilberto e Nara Leão, que também foram precursores do gênero que se inspira em Samba e Jazz e que veio da Zona Sul Carioca.

Os festivais de música do Brasil eram grandes difusores de artistas e gêneros, precisamos falar deles pra falar de Música Popular Brasileira. Na época de seu surgimento o Brasil passava por um momento revolucionário e os artistas cantavam suas dores e desejos e através desses festivais, como o Tropicália e o Festival Internacional da Canção, além da música era propagado um ideal. Chico Buarque, Geraldo Vandré, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Maria Gadú, Tiago Iorc, esses são alguns dos nomes do passado e do presente desse estilo tão querido que é a MPB.

Falando em estilo querido, é a vez do Rock Nacional. Da lona no Arpoador a casa de show Circo Voador nos Arcos da Lapa, artistas como Celso Blues boy, Titãs do ye-ye-ye, Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens e Paralamas do Sucesso ganhavam evidência. Isso sem falar dos Mutantes, dos Secos e Molhados e do Raul Seixas, que muito tinham de MPB, mas o Rock Progressivo Psicodélico falava mais alto.

Pra finalizar, trouxemos um pedacinho do Nordeste pra nossa coleção. Primeiro falamos do Forró, que nos embala na dança do xote ouvindo Luiz Gonzaga e Dominguinhos e que nos faz querer cantar como Alceu Valença e Geraldo Azevedo. E pra fechar com chave de ouro nossa homenagem ao Nordeste, trazemos estampas do Mangue Beat, movimento cultural tão importante para os recifenses e o Brasil, propagando muitos ideais, muita música e muito maracatu